O amor de um cão

15 novembro 2013




É lindo ou não é????





Banco de sangue veterinário

     Hoje vamos falar de um assunto que poucas pessoas sabem ou fazem idéia.

     Existe um banco de sangue veterinário, isso é espetacular mas como não é divulgado ele acaba passando pelos mesmos problemas que o banco de sangue humano tem, poucos doadores!!!

     Eu e meu marido descobrimos isso numa das idas na universidade Anhembi Morumbi, quando estávamos ainda levando nosso bebezinho Arthur para mais uma sessão de quimioterapia, pois bem lá tive acesso a este serviço que a universidade presta e pelo que pude apurar é um dos mais amplos serviços deste seguimento, embora tenhamos clinicas e hospitais que fazem coleta de sangue para este banco.

     Quando que seu amiguinho peludo pode precisar do banco de sangue???  A lista é razoável mas as mais frequentes são em casos de:

          + atropelamento;
          + intoxicações;
          + câncer;
          + doenças transmitidas pelo carrapato;
          + cirurgias, dentre outras.

     E quais os animais podem ser doadores?

          + cães e gatos entre 1 e 8 anos;
          + cães acima de 25 kg e gatos acima de 4,5 kg;
          + vacinados e vermifugados;
          + não estar prenhe;
          + não ter passado por procedimento cirúrgico recentemente;
          + estar clinicamente saudável;
          + apresentar temperamento dócil.

     Quais os benefícios aos doadores?

          + avaliação gratuita da condição física;
          + exames laboratoriais como hemograma completo, perfil bioquímico e sorologia para as principais doenças infecciosas transmitidas pelo sangue;
          + além disso, estará contribuindo para salvar muitas vidas.

     Estes procedimentos possibilitarão o monitoramento da saúde do seu animal.


    
     Como cadastrar seu animal?

     O cadastro de seu pet pode ser feito na recepção do Hospital Veterinário Anhembi Morumbi, por telefone ou pela internet.
     Rua Conselheiro Lafaiette,64 - Mooca - SP
     Tel. (11) 2790-4642 ou 2790-4643
     www.anhembi.br/hospital_veterinario




Você pode contribuir!


Toda a informação prestada aqui foi adquirida na Universidade Anhembi Morumbi.
 
 


Adoção

14 novembro 2013

     Olá pessoal!!!!

     Eu tive um pedido muito especial de uma cliente para colocar aqui no blog um pedido para adoção.

     Esse lindo cachorrinho precisa de um lar!!!!!!

     Ele está em São Paulo para maiores informações podem entrar em contato conosco que enviaremos o telefone da pessoa que está oferecendo o Lar Temporário.

     Vamos ajudar este lindo bebezinho.

     O Scooby Taxi Dog torce muito para que ele tenha um lar em breve.





Quer muito amor???   Então me adota vai!!!!

Sheepdog

07 novembro 2013



     Olá pessoal!!!

     Quando faço um transporte, todos os clientes são únicos e especiais e na medida do possível vou colocando as fotos na nossa página do facebook e aqui no blog, mas hoje quero dar um destaque para a Nicole - uma bela Sheepdog.

     Foi a primeira vez que transportamos um cão desta raça e amamos muito esses peludinhos...aliás quanto pelo essa raça tem rsrsrs...é muito bacana conhecer uma nova raça e principalmente ver o carinho que a Fa Munia ( sua proprietária ) a trata.

     A Fa Munia nos chamou para levar essa bebezona para fazer exames na Aclivet ( clinica de diagnósticos em Guarulhos ) ela passa bem!!!!

     Veja as fotinhos da Nicole:
Nicole

Nicole e seu estilo oncinha...

Observando...


 
vamos embora????


Você observou que a  Nicole não está com muito pelo?? Com o calor é melhor tosar um pouquinho mesmo...rsrsr...
    

Linfoma - você sabe o que é??



     Um dia eu chego em casa e vejo  minha caixinha de remédios destruída no chão, todos os medicamentos abertos, ampolas de epocler, pomadas estouradas, caixas de comprimidos mastigados, quase tenho um colapso de ver que meus cães, na ocasião o Scooby  estava vivo, poderiam ter engolido alguma coisa, mas aquela traquinagem era arte do meu querido Arthur para chamar atenção minha e do papai, pois bem, dei leite para ele e fiquei em observação.

     Dois dias depois percebi que o Arthur estava com uma pequena bolinha abaixo do pescoço como se fosse uma íngua, minha atitude não poderia ser outra liguei para o veterinário e disse o que havia acontecido e ele me falou o seguinte: " Esses pequenos nódulos não tem nada a ver com o possível medicamento que ele tenha ingerido quando mexeu na sua caixa de remédios...vamos fazer assim ..." e me passou o medicamento e em uma semana era para eu parar e ver o que acontecia...assim foi feito e depois de uma semana quando parei com a medicação dias depois esses nódulos aumentaram muito - eu me desesperei!!!

     Novamente liguei para o veterinário e marcamos a consulta para o outro dia e ai veio o terrível diagnóstico: " Ele deve ter LINFOMA, precisamos fazer um exame para constatar!" ai o Dr. Alex foi me explicando como seria o tratamento, o que era a doença e o pior que ela não tem cura!!!!!! se não tem cura o tempo de vida torna-se menor... o veterinário não poderia ser mais didático comigo, e me indicou uma especialista uma veterinária oncologista e ai iniciamos o tratamento.

     Esse diagnóstico me fez sofrer muito mas eu e meu marido decidimos que enquanto ele tivesse uma vida "saudável" e em quanto nós poderíamos lhe proporcionar o bem estar nós faríamos  o tratamento mas se em algum momento ele ficasse mal, não comendo, apático nós não deixaríamos ele sofrer!  Ainda bem que não precisamos fazer nada seu último suspiro foi no nosso colo... ( depois descrevo como aconteceu )

     Todo esse processo foi muito difícil se não fizéssemos o tratamento em 4 meses teríamos perdido ele e fazendo o tratamento uma sobrevida de até no máximo 1 ano e meio, optamos por fazer o tratamento!

O linfoma é uma doença de caráter maligno que acomete os linfonodos (gânglios), e se estende para outros órgãos como baço, fígado, pulmões e rins. Animais a partir de 7 anos de idade são os mais afetados. A forma mais comum do linfoma se inicia por um aumento dos gânglios, principalmente aqueles localizados abaixo da mandíbula.

     Embora essa doença não tenha cura ela pode e deve ser tratado visando o prolongamento da vida do animal.. O diagnóstico é feito através do exame clínico, análises dos gânglios (biópsia ou citologia por aspiração), ultra-sonografia, raio-X e exames laboratoriais.

     O tratamento é feito com medicamento de controle em casa e a quimioterapia, os efeitos colaterais são são como em seres humanos mas mesmo assim eles ficam enjoados e podem ter vômitos na primeira sessão, diarreia e perda de apetite.

     Existe alguns protocolos de quimioterapia e deve - se seguir rigorosamente o tratamento para que a doença não crie mais resistência. Terminado um protocolo há um espaço de tempo e ai depende de cada animalzinho, e começa tudo de novo com outro protocolo...

     Os remédios acabam afetando outros órgãos já que a doença é muito devastadora, mas nosso Arthur até dois antes de morrer ele comia bem, fazia suas necessidades e ainda me mordia quando eu chegava perto do meu marido - ele morria de ciúmes dele.

     A doença é implacável e triste mas eu faria tudo de novo já que nós tivemos o privilégio de tê-lo junto de nós por mais um ano, um ano cheio de alegrias e aprendizado. Agora só saudades!!!!

Arthur - de perfil

No colo da mamãe...

soninho...zzz

uma das últimas fotos...saudade meu filho!

 

Informativo

04 novembro 2013

     Olá Pessoal!

     Faz um tempinho que não me ponho a escrever mas nas últimas semanas tanta coisa aconteceu que não foi possível parar e me dedicar a postar as fotos dos transportes ou até mesmo escrever sobre coisas bacanas para você, que assim como nós, curte animais e quer saber mais sobre este mundo pet.


     Então hoje parei e consegui colocar algumas fotos de transporte na nossa página no facebook e desde já convido à todos para visitar, bem como falei estas últimas semanas foram repletos de muito trabalho, muito nervoso com gasolina adulterada - que acabou com o carro, depois colocarei um post somente deste assunto- , e com a maior tristeza que poderíamos ter neste momento - a morte do meu menino Arthur.

     Entre todos os percalços que passamos todos os dias a pior delas é perder, para sempre, o que amamos...e perder para uma doença que sabemos que é devastadora, o LINFOMA - também falarei desta doença em breve.

    
     Bom ainda é difícil escrever e me concentrar mas em breve teremos novidades...aguardem!!!!